segunda-feira, outubro 30, 2006


Escassas têmporas de memória
O assobio do vento lá dentro, e lá fora –
onde as serras são mais rasgadas;
Corrompidas pelo nevoeiro embalado;
largado de poeira.
Sibilantes agudas, estridentes depois;
de mazelas dilaceradas
Cantos de exotismo,
ou assobios na brisa, simples-
Nesgas saturadas de fendas no pano;
De salitre e areia de palavras;
[onde se esconde e se larga, depois,
com a lua;ou a escassa luz desse quadro, toldado].

4 comentários:

João…zinho!! disse...

Gostei!
Tiraste tu a fotografia? Muito boa... E muito no espirito do Halloween... :)
Beijos.

Divã d'Insónia disse...

Baía na madrugada, sob o olho de crónica luna samba. E pode ser que sim, que os espíritos baianos se tenham vestido de 'Halloween" tropical...beijoca

Ana disse...

Adorei a foto!

oravla disse...

Invulgar.Manada-ma por e.mail para reproduzir e colocar na loja da Padrão Certo.

Muitas beijocas, Princesa

Papai